Quando a luz encontra o concreto, obras de Tadao Ando

8 de setembro de 2021

Voltar

Janelas, portas, coberturas, clarabóias. São muitos os elementos que podem permitir a passagem de luz natural para o interior de uma edificação. Essa luz não tem um caráter apenas utilitário, de atingir determinada quantidade de lux, mas também produz efeitos estéticos, produz sombras, marcações nas paredes, e determinados arquitetos, como o Japonês Tadao Ando, são mestres em manipular as formas das construções para conseguir tais efeitos.

Essa relação já é bem conhecida na Arquitetura Japonesa. As casas tradicionais, feitas por vedações leves de madeira e papel quase transparente geram ambientes que naturalmente brincam com a relação de luz e sombra.

Casa tradicional japonesa e suas vedações dotadas de transparência atuam como grandes filtros de luz.

O despertar de Ando para esse tipo de fenômeno se acentuou em sua visita a Roma, onde conheceu o Panteão, famoso por seu óculo, uma abertura circular no topo de sua cúpula que gera uma atmosfera mista de luz e sombra dentro da estrutura.

Luz do sol adentrando a câmara interna sombreada do Panteão.

Um de seus projetos mais icônicos, a Igreja da Luz cria um efeito dramático ao inserir em uma das extremidades uma abertura em cruz, adicionando ainda mais luz difusa por uma janela em sua parte posterior.

Igreja da luz

Outro projeto que chama a atenção é a Colina do Buda, num cemitério Japonês. Adentrando por um longo túnel de concreto, chega-se a uma câmara subterrânea onde uma abertura circular superior, como no Panteão, gera um efeito de halo sobre a grande estátua de Buda. Quem adentra a área, está numa região de sombras, enquanto no topo da cabeça de Buda está a iluminação.

Colina do Buda

Não é por menos que quando perguntado sobre qual o elemento mais consistente de sua obra, a resposta do Arquiteto é que esse elemento é a luz. Tadao Ando explora em suas construções os efeitos possíveis que a luz natural tem para criar atmosferas únicas e experiências sensoriais, criando efeitos teatrais que vão além da resposta técnica. É por esse tipo de sensibilidade em suas obras que ele é considerado hoje um dos grandes arquitetos contemporâneos vivos, lhe rendendo muitos prêmios.